Chocottone

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010


Eu já falei que AMO minha máquina de pão né?!? A minha é essa aqui e uma das coisas que adoro fazer na bichinha é chocottone. Ô trem bão! E o melhor de tudo é que não dá trabalho praticamente nenhum. Só colocar tudo na máquina e deixar a pobrecita fazendo o pesado.

Ano passado quando comprei minha amiga comecei a participar de uma comunidade no orkut sobre receitas para as panificadoras. Muito legal e cheia de dicas e receitas maravilhosas. Nem uso mais o livrinho que vem na máquina, só pego as dicas no orkut. O pessoal da comunidade criou até um blog para compartilhar as receitas: http://maquinadefazerpao.blogspot.com/

Esse chocottone saiu dessa comunidade. Muita gente já fez e adorou e aqui em casa ele vai ser presença durante o ano todo! Hahahaha! Gorduchice feelings!

Minha mãe já fez receitas de pão da máquina na mão (corajosa!) e disse que funcionou. Eu li alguns comentários dizendo que essa massa é meio molenga, então tem que ter mais disposição ainda pra trabalhar no braço. O lado bom é que exercita né! Seguem as medidas:

01 e 1⁄3 copos de leite com 04 ovos (coloque os ovos e depois complete com leite)
04 colheres de sopa de margarina
01 colher de chá de sal
08 colheres de sopa de açúcar
01 colher de sopa de essência de panetone
04 copos de farinha de trigo especial
03 colheres de chá de fermento biológico seco instantâneo
02 copos de gotas de chocolate (uso chocolate puro meio amargo)

Colocar tudo na cuba da máquina, menos o chocolate. Ligar no ciclo Amassar e deixar completar (na minha dura 01 hora e meia). Depois que cresce e completa o ciclo coloco o chocolate e ligo de novo, como se fosse começar outra vez, só mesmo para misturar o chocolate. Deixo uns 02 ou 03 minutinhos e desligo a máquina. Essa receita inteira pra mim deu três chocottones na forma de 500g ou então 14 mini iguais a esses (forma de 100g). Deixo crescer por mais um tempo em lugar fechado e abafado (costumo ligar o forno por uns 5 minutos, desligo e coloco os bichinhos lá). Depois é só assar e saborear!



A máquina já vem com "equipamentos" de medida - colheres de sopa e chá e copo, que no caso equivale a uma xícara de 240ml.
Eu acho que a grande diferença nesses chocottones é que eu uso chocolate puro e não aqueles fracionados (ou parafinados, como dizem). Fica muito mais gostoso e na hora que sai do forno então ... huuummmm ... o chocolate molinho, parecendo uma trufa! Não é fácil de achar chocolate puro em gotas mas de repente é melhor comprar a barra e picar do que usar chocolate pior né?!? Ah! Eu uso meio amargo, que gosto mais!

Ricota Caseira

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010


Porque eu não vivo só de guloseimas super calóricas né?!?

Na verdade eu achava que fazer queijo em casa era uma coisa de outro mundo mas me surpreendi! Eu tenho tentado evitar porcarias industrializadas e entupidas de conservantes. Tenho dado preferência à alguns produtos orgânicos, comido menos embutidos e mais frutas e legumes. O resultado imediato foram cinco quilos a menos (que não pertenciam ao meu corpo!) e acredito que estou fazendo um investimento em saúde, a longo prazo! 

Quando o negócio é super complicado e requer muito tempo aí fica mais difícil, mas essa ricota é a coisa mais jacu do mundo de se fazer. Aqui em casa já é repeteco e vai ser sempre! Até porque eu adoro fazer pastinhas e patês pra comer com pão sírio (ou árabe, ou torradinhas mesmo!). Já deixo inclusive uma sugestão que é muito gostosa ... amassar um pouco de queijo gorgonzola, misturar na ricota, temperar com azeite, sal, orégano, pimenta e dar liga com um pouco de creme de leite. Rapidinho e bem gostoso!

Bom, para fazer a ricota eu uso 02 litros de leite (integral de saquinho) e 02 colheres de sopa de vinagre branco. Só isso!!!!

Coloque em uma panela (uso inox e não recomendo alumínio) o leite em fogo médio até que ele comece a ficar com cara de que vai ferver. Eu fui no teste mesmo, quando coloquei o dedo e tava beeeeem quentão, quase queimando (seguro né?!?). Nessa hora vc desliga o fogo e coloca o vinagre, mistura um pouquinho e deixa agir por uns 3 minutos. Vão se formar um grumos e eles são sua ricota!!! Retire cuidadosamente com uma escumadeira, deixando escorrer bem. Nessa hora vc pode colocar em um pano bem limpinho pra escorrer todo o soro ou então pode fazer como eu, que gosto da ricota mais macia e deixo mais mole mesmo. Se sobrar leite na panela, esquente de novo, coloque mais uma colher de vinagre e repita o procedimento. Quanto mais seca, mais fácil fica de dar forma na ricota. Como eu não faço questão de enformar, deixo mais macia, guardada em vasília de vidro na geladeira.

Na primeira vez que fiz deixei o leite quase ferver mesmo (deu aquelas bolhinhas na lateral da panela). Aí quando coloquei o vinagre separou bem os grumos e soro, igual ao do creme de leite de lata. Assim só deu pra fazer uma vez e rendeu um pouco menos.

Na segunda vez que fiz não deixei o leite ficar tão quente. Deu pra repetir o procedimento 3 vezes e me rendeu 350 gramas de ricota fresquinha, bem gostosa!!!

Não recomendo temperar tudo porque vc pode usar essa receita para fazer doces também. Eu fiz um cheesecake (próximo post) delicioso com essa receita!

Para terminar vou deixar flores para o final da semana. Estou mega empolgada com meu equipamento fotográfico novo e agora as fotos da comidinhas ficarão bem mais profi.






Torta de Limão com Ganache de Chocolate

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010


Essa é, sem nenhuma dúvida, a melhor torta de limão do mundo!!!! Sério!!!

Bateu uma vontade louca de comer torta de limão por culpa dos meus vizinhos em Cabo Frio, que levaram uma fatia pra mim e outra pra minha mãe. O Alexandre tinha feito no dia e estava deliciosa! E eu, com espírito de gorda toda vida não consegui me contentar só com um pedaço e fiquei pensando na bendita torta. Queria mais! Coisa de gente magra né, dá pra perceber!

Cheguei em BH e nem dei tempo do Luiz me mandar a receita. Fui pra internet e comecei a pesquisar tudo quanto é receita de torta. No final acabei meio misturando várias e deu nisso aí ... A MELHOR TORTA DE LIMÃO DA VIDA!!!



Para a massa eu usei:
200g (um pacote) de Biscoito tipo Maria
3/4 de xícara de Castanha do Pará
05 colheres de sopa bem cheias de manteiga amolecida

Coloquei o biscoito e a castanha toda no processador e deixei até fazer uma farofa grossa, que é pra ficar mais crocante. Em seguida coloquei a manteiga bem amolecida (não líquida!) e pulsei pra incorporar. Não fica uma massa mesmo, fica meio que uma farofa grudadona. Pode ser que precise de um pouquinho mais de manteiga, mas não se desespere, depois a massa vai pegando forma a medida que você for apertando na forma.

Coloquei em forma de fundo removível e fui moldando com as mãos. Depois levei ao forno pré aquecido a 180º por 10 minutos.

Eu tenho duas formas de 18cm de diâmetro e essa receita rendeu uma forrada no fundo e laterais e a outra só fundo - que está guardadinha ali esperando um boa utilidade no final da semana.

Para a Ganache de Chocolate usei:
200g de chocolate amargo (55% cacau)
02 colheres de sopa de creme de leite
02 colheres de sopa de leite (ou pode colocar mais creme de leite)
02 colheres de sopa de conhaque

Derreti o chocolate no microondas e acrescentei os outros ingredientes até ficar um creme bem homogêneo e liso (gostoooooso!). Coloquei essa ganache sobre a massa (já fria) e deixei na geladeira enquanto preparava o recheio de limão.

Para a Mousse de Limão usei:
200ml de sumo de limão (usei Thaiti)
01 lata de leite condensado
01 lata de creme de leite (tirei a quantidade da ganache e usei o restante)
01 envelope de gelatina incolor sem sabor hidratada

Coloquei tudo no liquidificador e deixei bater bem para ficar aerado. A gelatina foi por último, depois que já estava quase no ponto (hidratei em 03 colheres de sopa de água e levei ao microondas por 18 segundos em potência média).
Aí é só colocar por cima da ganache de chocolate, decorar com raspas de limão e/ou chocolate e deixar na geladeira por no mínimo 03 horas para ficar com a consistência ideal.


Comentários:
- A massa dessa torta, com a castanha, é uma coisa fenomenal! Nunca tinha pensado em colocar castanha nesse tipo de torta e confesso que foi ela quem deu o tchan a mais! Maravilhosa!!!
- A combinação chocolate/limão é excelente, mas a massa aceita variações. Vou testar depois com mousse de maracujá e chocolate e depois só limão, purinho mesmo. 
- Essa medida de ganache deu certo para minha torta de 18cm de diâmetro, mas a mousse de limão sobrou e fiz o sacrifício de comer separada. Adapte a receita para o seu tamanho de forma.

No mais é só aproveitar o sabor divino dessa sobremesa!

Risoto de Tomates, Abobrinha e Camarões

domingo, 5 de dezembro de 2010



Semana passada estive no Rio visitando um grande amigo (daqueles antiiiiiigos) e tive o prazer de degustar um risoto bem parecido com este que ele fez para o nosso almoço. Lógico que pra manter a tradição dos nossos almoços da época de estudantes (sem salário e com mesada!) atacamos um frango assado de padaria pra acompanhar. Um crime (exageeeero!) mas que teve gostinho de boas e divertidas lembranças.
Breno fez um risoto improvisado, com arroz comum e sem os camarões, mas eu - que não sei fazer arroz mas sou ótima com risotos -tinha que fazer direitinho né?!? E como fiz ... um dos melhores que já experimentei!

Para começar é importante ter um bom molho de tomates. Eu aboli os molhos prontos da minha cozinha. Criei o hábito de fazer um panelão de molho bem grossinho e saboroso, dividir em várias porções e congelar. Assim tenho sempre molho caseiro e sem conservantes,  para qualquer situação. Masssss, se em todo caso você não tiver e não quiser fazer pode ir de molho industrializado mesmo, tendo consciência de que o sabor não será o mesmo, claro! Se fizer, tenha o cuidado de não processar demais os tomates para obter um molho "pedaçudo" porém bem apurado.

Para fazer esse risoto eu não tenho medidas. Fiz tudo na base do olhômetro e tenho pouquíssima noção das quantidades. Adapte esses ingredientes para a quantidade que desejar:

Azeite extra virgem
Alho socadinho
Cebola picada em pedaços bem miúdos
Arroz Arbóreo
Vinho branco seco
Caldo de legumes (usei caseiro)
Camarões
Molho de tomates
Abobrinha ralada no sentido horizontal
Sal e pimenta do reino
Manteiga
Queijo Parmesão fresco

Para começar refogue o alho no azeite e depois coloque a cebola. Quando estiver dourado acrescente o arroz, misture bem e coloque o vinho. A partir daí prepare o braço porque risoto bom é aquele que não paramos de misturar. Quando o vinho começar a secar vá acrescentando caldo de legumes aos poucos e não pare de misturar até o arroz estar no ponto, al dente. Coloque molho de tomate (não precisa ser muito, só mesmo para dar um sabor e uma corzinha), sal, pimenta e a manteiga. Por último acrescente os camarões (ferventados e temperados com sal), a abobrinha e o queijo parmesão. Sirva decorando com fios de abobrinha e alguns camarões. Delícia demais!!!

Talharine ao Molho Gorgonzola com Lascas de Parma e Nozes

domingo, 14 de novembro de 2010



Massas são definitivamente meus pratos favoritos e tenho minhas gordurinhas aqui pra provar que isso é verdade!!! Acho rápido, fácil de fazer e super versátil. Muda o molho e parece que é uma coisa completamente nova! Para esse talharine a inspiração veio daqui e foram apenas algumas alterações. Não tem como tentar explicar o tanto que ficou bom! Eu fiz a receita meio no "olhômetro" mas tentei medir o que usei para colocar aqui:

80g de Gorgonzola de boa qualidade (se gostar mais forte é só colocar mais)
1/2 lata de creme de leite (com soro misturado)
1/2 cebola pequena picada bem miudinha
Azeite ou Manteiga para dourar a cebola
1/3 de xícara de leite
Pimenta do reino e sal a gosto
Lascas de Presunto de Parma
Nozes trituradas grosseiramente
Talharine ou outra massa que você gostar

Para fazer o molho primeiro eu coloquei um pouco de azeite e refoguei a cebola até ficar douradinha. Em seguida acrescentei o leite e o gorgonzola em pedaços. Deixei esquentar para derreter o queijo e em seguida acrescentei o creme de leite. Temperei com pimenta do reino e sal e fui provando para ver se estava "no ponto". Comprei uma massa caseira sensacional e cozinhei em água com sal grosso (Claude Troisgros diz que a água de cozimento da massa deve estar salgada igual água do mar). Na hora de servir foi só colocar a massa, um fio de azeite por cima, acrescentar o molho e lascas de Parma e nozes.
Parece uma coisa sofisticada mas é tão fácil de fazer que surpreende qualquer um! Delicia demais!!!
Ah! Essa quantidade foi suficiente para servir duas pessoas satisfatoriamente.


Chocolate Chip Cookies

quarta-feira, 3 de novembro de 2010


Sabe aquele biscoitinho delicioso, super fácil de fazer e que deixa um cheiro incrível pela casa?!? Pois é, esse é o cara!
Minha irmã descobriu essa receita a uns 1000 anos atrás e ela virou um curinga aqui em casa. Até o marido já fez (e ele não cozinha nada!!!). O bom é que podemos variar e colocar outros ingrediente, parecendo sempre um biscoito super diferente. Esses daqui de baixo mesmo tem praticamente a mesma base, mas troquei o chocolate meio amargo por chocolate branco, nozes e aveia. Ficou tão bom quanto! 


Pois bem, a receita original é essa:
Use a criatividade e vá trocando ou incrementando conforme seu gosto:

02 ovos
01 colher de chá de bicarbonato de sódio
200g de chocolate meio amargo picadinho (ou use gotas compradas prontas)
15 colheres de sopa de farinha de trigo
04 colheres de sopa de margarina
04 colheres de sopa de açúcar cristal
04 colheres de sopa de açúcar mascavo

Atenção: a farinha pode ser mais ou menos dependendo do tamanho dos ovos. Eu costumo usar colheres bem cheias de todos os ingredientes e essas medidas tem dado certo. As vezes tenho que pingar um pouquinho de nada de leite pra amolecer ou então colocar um pouco mais de farinha. Ah! E chocolate puro hein! Nada de fracionado ou hidrogenado! O fato é que começo misturando primeiro a margarina com os açúcares, depois acrescento a farinha e vou vendo o ponto da massa (tem que dar pra enrolar na mão, mas não pode ficar firme senão o biscoito resseca). Por último coloco o bicarbonato e o chocolate. Aí é só fazer bolinhas, colocar em uma forma untada com margarina e levar pra assar em formo pré-aquecido (180º) por em média 20 ou 25 minutos. Delícia demais!!!

Pra completar o post deixo algumas fotos dos últimos trabalhos: um casamento em tons de rosa e pães de mel embalado em celofane com fita de organza salmon para um chá de lingerie e dourada para presentear os padrinhos de outro casal.


Casquinha de Siri (sem casquinha!)

domingo, 10 de outubro de 2010


Confesso que estou em um momento de muito peixe e frutos do mar, principalmente depois que duas colegas me indicaram um lugar excelente para comprar essas coisinhas aqui em BH. Super empolguei!!!
Sempre fui apaixonada com casquinha de siri mas não me agradava muito comprar em supermercado aquelas já prontas, pois tenho um certo preconceito com essas coisas industrializadas e artificiais. Foi então que encontrei a carne de siri desfiada pra comprar e não pensei duas vezes ... trouxe o pacotinho pra morar aqui em casa e pedi pra minha mãe a receita que ela faz, deliciosa!!!! Me surpreendi com o tanto que foi fácil, rápido e melhor ... suja pouca louça! Hahaha!

300g de carne de siri pura desfiada (não agradei da idéia de comprar a carne mista)
01 cebola roxa pequena bem picadinha
1/4 de pimentão bem picadinho (usei o verde, mas vale colorir)
Salsinha a gosto
Alho e sal a gosto
Pimenta do reino moída na hora a gosto
01 pão doce (ou miolo de pão francês)
Leite que baste para umedecer bem o pão
Azeite extra virgem
Manteiga
Farinha de rosca

A carne de siri veio desfiada e congelada. Dividi o pacote de 01 kg em duas porções e usei só metade. Porém quando a criatura descongelou é que percebi que paguei por quase 200 g de gelo!!! Escorri a água que foi surgindo e quando pesei tinha pouco mais de 300 g de carne mesmo! MORRY! Mas enfim, essa quantidade foi suficiente para o almoço meu e do marido e olha que só comemos isso, sem mais nenhum complemento além de um mojito (afinal tava calor né!)

Fervente a carne e escorra bem com o auxilio de uma peneira (vergonha: liguei pra minha mãe pra perguntar como fazia isso!). Refogue o alho e sal, a cebola e o pimentão no azeite. Em seguida coloque a carne e a pimenta e misture bem pra pegar o tempero. O pão é só tirar a casca e picar bem pequenininho, colocando leite para umedecer (eu deixei descansar uns 10 minutos e fui pingando mais leite, pra ficar bem úmido). Depois vire essa mistura de pão na carne de siri já refogada e acrescente a salsa. Coloque em ramequins ou outros recipientes (se tiver as conchinhas fica pheno demais!), polvilhe farinha de rosca por cima, jogue um pouco de azeite e um pedacinho de manteiga. Leve em forno pré aquecido para gratinar e sirva com gotas de limão. Meu forno tem grill então foi bem rapidinho, coisa de 05 minutos, só mesmo para dourar por cima.

Essa receita rendeu 06 ramequins de tamanho médio que foram rapidamente esvaziados tamanha a gostozura!



Geleia de Morango Caseira

quinta-feira, 30 de setembro de 2010



Eu adoro geleia no café de manhã - é vício mesmo - mas a de morango nem é a minha preferida. Porém meu irmão me deu duas caixas de morangos liiiiiindos, tão perfeitos e madurinhos que pareciam cenográficos e eu não sabia o que fazer com eles. Marido ia ficar uns dias fora a trabalho e eu não como morango puro, só acompanhado (e muito bem acompanhado, diga-se de passagem) de leite condensado, chantilly ou chocolate - assassinato da minha dieta, completamente!!!!
Então resolvi fazer geleia, porque definitivamente perder os morangos lindões estava fora de cogitação. E a danada ficou tão gostosa que deu até orgulho! E o cheiro ... ah o cheiro dessa geleia é sem explicação!!! Muito fácil, não tão rápido mas uma delícia:

550g de morangos maduros e limpos (duas caixas)
250g de açúcar cristal
Sumo de um limão (ou meio se ele estiver muito grande)
50ml de rum (ou vodca, ou cachaça)

Depois de lavar os morangos corte-os em pedaços pequenos (eu cortei cada morango em 05 ou 06 partes). Coloque em uma panela (usei esmaltada) os morangos com o açúcar e o sumo de limão, misture e deixe descansar por umas duas horas. Depois disso leve a mistura ao fogão, sempre em fogo baixo para apurar. Demora quase duas horas e não precisa (nem deve!) ficar mexendo com colher. Só dê umas balançadas na panela. Quando já estiver no ponto - lembrando que ela endurece depois de esfriar - adicione a bebida alcoólica que dá aquele tchan! Nessa hora vai ferver bem, efeito do álcool! Deixe esfriar e guarde em pote de vidro esterilizado. Eu não gosto muito de geleia "pedaçuda" então fui amassando um pouco os pedaços de morango com uma espátula de silicone enquanto ela esfriava e a textura ficou bem homogênea  Faz qualquer torradinha ficar especial!!!

Filé de Tilápia à Belle Meunière

quinta-feira, 23 de setembro de 2010


Tenho três vícios em TV - séries americanas, programas de viagens e programas de gastronomia. Desses últimos um que gosto bastante é o "Que Marravilha" e a receita  a seguir surgiu da reprise de um dos episódios que assisti esses dias.

Eu nunca fui muito fã de peixe mas achei essa receita bastante interessante e resolvi arriscar. Afinal não custa variar né?!?

Obviamente sou metida a besta e não segui a receita 100% ao pé da letra. Até porque Claude amigo exagera na manteiga e né, eu tenho amor ao meu coração e minhas artérias agradecem a moderação. Se você quiser ver o vídeo do Claude é só clicar aqui. Para fazer essa "marravilha" você vai precisar de:

02 filés de Tilápia bem grandes (não sei quanto pesaram)
02 colheres de sopa de manteiga de boa qualidade
Sal a gosto
Pimenta do reino moída na hora a gosto
Batatas (usei 3 de tamanho médio)
Sal grosso (para cozinhar as batatas)
Farinha de trigo para polvilhar de um lado do peixe

Comprei filés de Tilápia congelados (não tinha fresco) de boa procedência e deixei descongelar em temperatura ambiente. Temperei com sal e pimenta e deixei descansar por uns 20 minutos. Depois polvilhei farinha de um lado e bati para retirar o excesso. Coloquei a manteiga em uma frigideira anti aderente grande e quando ela derreteu e começou a corar coloquei o peixe, com o lado "enfarinhado" para baixo. As batatas eu não cortei em 7 lados como Claude falou porque não gosto de desperdiçar, mas o pulo do gato foi o tal de cozinhar as benditas na água com sal grosso. Geeeeeente, as batatas ficaram de se comer de joelhos. Nunca batata cozida foi tão gostoso! De agora em diante só cozinho batata na água com sal grosso! Pois bem, para o molho os ingredientes são:

01 colher de sopa de manteiga de boa qualidade (mais o que restou na frigideira)
01 cebola média picada bem miúda
04 dentes de alho picadinhos ou laminados
Amêndoas sem pele (usei inteiras mas acho as laminadas melhores)
Alcaparras a gosto
Pimenta dedo de moça picadinha (eu não coloquei porque esqueci de comprar! Anta!)
Pimenta do reino moída na hora
Suco de meio limão
Salsinha picada

Coloquei a manteiga na frigideira com o que tinha sobrado do peixe. Refoguei nela a cebola e o alho e em seguida acrescentei as amêndoas para darem uma torradinha de leve. Depois foi só colocar os outros ingredientes. Na hora de servir esse molho vai por cima do peixe e não tem outra expressão para qualificar essa receita, só um "Que Marravilha!!!!!".
Claude amigo recomenda alguns vinhos que combinam com esse prato, mas a pessoa aqui é meio viciada em caipis nos finais de semana e a companheira do peixinho foi uma deliciosa caipi-vodca de lima de pérsia! Não sei se harmoniza mas que estava muito bom estava!

Linguine com Molho de Filé e Mostarda Dijon

sexta-feira, 3 de setembro de 2010




Minha inspiração pra essa receita foi um programa da Nigella - porém ela usava costeletas de porco e sidra. Fiz algumas alterações na base do olhômetro e o resultado foi umas das melhores massas que já comi (modesta né?!?). Para duas pessoas é só separar:


Aproximadamente 250g de filé cortado em cubos bem pequenos
1/2 cebola grande picada o menor que você conseguir
1/2 xícara de vinho branco seco
1/2 xícara de creme de leite fresco
02 colheres de sopa rasas de mostarda Dijon
01 colher de sobremesa de maple syrup (opcional)
Queijo parmesão fresco a gosto
Temperos e azeite a gosto
Massa (de sua preferência) que baste


Em uma frigideira anti aderente bem quente coloque azeite suficiente para grelhar a carne (que temperei com pimenta do reino moída na hora, alho, sal e vinagre balsâmico). Retire a carne e reserve, deixando aquela "sujeirinha" no fundo da frigideira. Coloque mais um pouquinho de azeite e doure a cebola. Em seguida coloque o vinho, a mostarda e o creme de leite. Acerte o tempero e, se quiser e tiver, acrescente maple syrup ou então um pouquinho de açúcar mascavo. Volte com a carne para esse molho e acrescente a massa, já cozida "al dente". Se quiser vale demais colocar um pouco de parmesão fresco!


Escandalosamente gostoso!!!! Vale cada caloria ingerida!!!


Receita Bocó: Brigadeirão de Microondas

quinta-feira, 26 de agosto de 2010




Sabe aqueles dias que você precisa fazer uma sobremesa rápida, não tem muitos ingredientes em casa e quer algo bem gostoso? "Seus pobremas se acabaram-se!"
Depois de assassinar a gramática é só fazer esse brigadeirão ... rapidíssimo, delicioso e mais fácil impossível!
Eu usei uma forma para microondas (da Plasútil) que comprei no centrão pela bagatela de R$7,99. Achei muito digna a bonita e vem até com um prato pra virar o doce. Super aquisição!!! Se você não tem pode usar refratário (qualquer um, mas claro que com buraco no meio fica mais bonito!).

Segue a dica:
01 lata de leite condensado
01 lata de creme de leite (com soro e tudo)
03 ovos
01 colher de sopa de margarina
01 colher de sopa de açúcar
04 colheres de sopa de chocolate em pó (não é achocolatado, please!)
03 colheres de sopa de coco ralado natural (é opcional, mas fica booooommmm)
Margarina para untar a forma


Joga a turma toda no liquidificador até ficar uma mistura homogênea. Depois é só virar na forma (bem untada) e colocar no amigo microondas em potência alta por 8 minutos. É bom você verificar se cozinhou direitinho (fica com consistência de pudim de caixinha, nem líquido nem muito duro) porque a potência pode variar de aparelho para aparelho. No meu esse tempo é perfeito! Espere esfriar por alguns minutos ou uma horinha, desinforme e se delicie! Coloque o que tiver em casa por cima. Pode fazer uma calda (de café, de menta, de chocolate branco ...) ou jogar uns confeitinhos. Eu coloquei castanha triturada e ficou muito gostoso!
Se joga no microondas!!!

Linguine com Molho de Limão e Camarões

sexta-feira, 4 de junho de 2010




Apesar de ser formigona eu não vivo só de doces!!!

Essa massa eu fiz inspirada na minha viagem a Buenos Aires, onde comi uma bem parecida e tão boa quanto! Ficou leve, saborosa e obviamente deliciosa! Dessa vez usei o limão tahiti, mas acho que deve ficar melhor com o siciliano - que infelizmente não tinha em casa.

Eu não sou muito boa com medidas para comidas salgadas, mas vou tentar passar as quantidades aproximadas para duas pessoas:

200 g de linguine
350 g de camarão (pesei com a casca e sem a cabeça)
200 ml de creme de leite fresco
03 colheres de sopa de sumo de limão
Raspas de 01 limão
1/2 cebola média bem picadinha
Azeite a gosto
Tempero de alho e sal a gosto
Pimenta do reino moída na hora a gosto
Parmesão fresco ralado a gosto

Para fazer o molho refoguei o alho e sal no azeite, depois juntei a cebola e deixei até ela dar uma murchada. Em seguida acrescentei o sumo de limão, depois as raspas e o creme de leite. Deixe dar uma fervidinha mas cuidado para não ferver muito e a raspa do limão amargar. Enquanto isso cozinhe a massa e fervente o camarão levemente (fiz só mesmo para ele ficar um pouco mais firme e conseguir descascar). Depois coloque bastante azeite em uma outra panela, doure os camarões e coloque a massa com o molho em seguida. Acerte o sal, coloque a pimenta e o parmesão.

O cheiro já abre o apetite e o sabor é inigualável! Delícia demais!!! Acompanhada de um bom vinho então ... huuummm!!!

Mousse de Chocolate de Pierre Hermé

terça-feira, 25 de maio de 2010



Momento "empolgation" total com mousses!!!

Essa receitinha veio em excelente hora já que tenho usado demais minha querida panificadora e para os pães ficarem coradinhos sempre pincelo com gema. E aí fico com várias claras sobrando que fui congelando. Essa mousse usa 3 claras separadas para cada ovo inteiro, então agora já tenho serventia para as bonitas que estavam no congelador. E funciona demais ... é só deixar descongelar em temperatura ambiente e mandar pro abraço. Agora vou ter a desculpa pra fazer sempre, afinal não posso desperdiçar as queridas claras!!!

Fácil e rápido (minhas palavras preferidas na cozinha!):

03 claras
01 ovo inteiro (separar clara da gema)
80 ml de leite integral (usei 60 ml de leite e 20 ml de rum)
20 g de açúcar (usei 03 colheres de sopa)
180 g de chocolate meio amargo (usei 70% cacau)

Derreta o chocolate (em banho maria ou microondas). Ferva o leite e coloque então o chocolate já derretido e vá misturando para virar um creme. Coloque então a gema e o rum (se você for usar). Deixe a mistura ficar bem homogênea e enquanto isso bata as claras com o açúcar até ficar um ponto de merengue meio firme. Incorpore, aos poucos, as claras à mistura de chocolate com o auxílio de um fouet para não perder o ar. Coloque em recipientes individuais e leve para a geladeira por pelo menos três horas.

Essa mousse não rende tanto quanto a receita anterior (a de café). A receita inteira foi suficiente para cinco tigelinhas como as da fotos (100ml cada). Mas é tão gostosa e tão fácil que indico demais!!!

Viva Pierre Hermé e viva Larousse do Chocolate!!!

Ah! Se alguém tiver alguma outra receita muito boa para usar minhas claras aceito de bom grado!

Mousse Maravilhosa de Café e Chocolate

domingo, 9 de maio de 2010

Eu sei ... sumi demais!!! Depois de levar algumas broncas por ter "abandonado" meu blog eu voltei ("...agora pra ficar!"). Em um momento confissão profunda eu contaria que foi por falta de tempo e preguiça mesmo, mas como preguiça é um dos sete pecados capitais vamos fingir que foi "só" porque tenho trabalhado demais. Depois eu volto mostrando os últimos trabalhos da Tutto Dolce e em breve vem novidade por aí.


Uns dois meses atrás tomei conhecimento da coleção "União - Receitas de Sucesso". Lógico que a formigona aqui super interessou e no processo logístico de pedir pra revendedora da Avon que atende a minha mãe lá em Fabriciano City os livrinhos só chegaram em minhas mãos na semana passada. A primeira coisa que eu faço é selecionar mentalmente quais receitas são mais viáveis por serem com ingredientes que tenho sempre em casa. Essa foi a primeira!!! Como amanhã estou partindo para Buenos Aires com mammy e marido não vai, pensei em fazer um jantarzinho para compensar minha ausência durante a semana. Essa foi a sobremesa escolhida (o jantar foi risoto "a la Filó" - tomate seco com alho poró, que eu não tenho medidas nem fotos). Muito fácil, deliciosa, de excelente rendimento e tudo bem baratinho! Você vai precisar de:


03 gemas
1/2 xícara de açúcar (usei cristal)
500 ml de leite
01 colher de sopa bem cheia de amido de milho
02 colheres de sopa bem cheias de manteiga (usei margarina)
01 e 1/2 envelope de gelatina em pó sem sabor
1/2 xícara de água (para hidratar a gelatina)
1/2 xícara de chocolate em pó
05 colheres de sopa de café solúvel
02 colheres de sopa de rum (usei 05 - manguaça!)
01 colher de café de essência de baunilha
03 claras
01 xícara de açúcar de confeiteiro


Bata as gemas com o açúcar cristal até dobrar de volume e ficar um creme fofo. Leve o leite e o amido de milho ao fogo e vá mexendo até engrossar e ficar parecendo um mingau. Retire do fogo e acrescente as gemas batidas com açúcar, a gelatina hidratada (uso o microondas), o chocolate em pó, o café solúvel, a baunilha e o rum. Use um fouet e coloque os ingredientes aos poucos para facilitar e deixar tudo bem homogêneo. Bata então as claras com o açúcar de confeiteiro até formar um merengue firme. Incorpore aos poucos na mistura anterior tendo sempre o cuidado de não não tirar as bolhas de ar já que elas farão sua mousse ficar aerada. Coloque em recipientes individuais e leve a geladeira por no mínimo 3 horas. Decore como quiser e sirva gelada. Fica muuuuuito bom!!!


Pizza de Abobrinha e Alho

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010


Nossa ... até eu estou estranhando meu sumiço! Outro dia alguém me perguntou se eu não tenho feito comidinhas diferentes. Até que tenho, mas estou numa onda de fazer as coisas à base do olhômetro e aí sem medidas fica difícil passar por aqui.



Bom, eu estou em um momento completamente in love com minha máquina de fazer pão, adquirida em dezembro passado. De início comecei a só fazer pão para assar na própria máquina, mas depois descobri que ela é super ultra mega power multifuncional. Até massa de macarrão eu fiz meu povo!!! Eita lelê! E uma das receitas que já fiz umas 4 ou 5 vezes foi essa massa de pizza deliciosa, temperadinha e muito fácil. Essa e várias outras receitas eu encontro em algumas comunidades do orkut específicas sobre panificadoras.



A parte pesada (literalmente) a querida panificadora faz pra mim - que é sovar a massa. Se você não tem essa belezura não tem problema ... é só fazer uma musculação básica e sovar a massa no braço mesmo. Nada impossível!

Para a massa você vai precisar de:
01 xícara de chá (240ml) de água
01 colher de chá de alho socadinho
02 colheres de chá de queijo parmesão ralado
02 colheres de sopa de azeite
01 colher de chá de sal
01 colher de sopa de açúcar
03 xícaras (240ml) de farinha de trigo peneirada
02 colheres de chá de fermento biológico seco
Molho de tomate (caseiro ou industrializado)
01 abobrinha pequena cortada em rodelas fininhas
06 dentes de alho laminados
Azeite à gosto
Queijo mussarela à gosto

Quem tem a máquina vai só colocar os ingredientes todos dentro da cuba e ligar no ciclo massa (ou amassar). Esse processo, além de sovar a massa ainda faz também o primeiro crescimento. Se você não tem e vai fazer "no braço" é só misturar tudo e sovar até a massa ficar bem homogênea. A máquina demora 30 minutos nesse processo mas confesso que eu não teria saúde suficiente pra ficar meia hora fazendo isso. De qualquer forma, assim que ela ficar bem homogênea mesmo, deixe descansar por 01 hora em uma bowl coberta (eu passo filme plástico) e em ambiente fechado. A massa cresce muito, dobra de tamanho ou mais.

Depois disso, quem tem a máquina vai tirar da cuba e quem não tem vai tirar da bowl e colocar em uma superfície lisa polvilhada com farinha. Eu gosto de massa de pizza bem fininha, então divido em 04 porções para abrir os discos. Isso vai depender de como você gosta da massa e do tamanho das pizzas. Abra a massa com o auxílio de um rolo (dizem que o certo e abrir com a mão, rodando, mas pergunta se eu consigo?) e coloque em formas de pizza. Fure as massas com um garfo e pincele um pouco de azeite. Deixa descansar por mais 30 ou 40 minutos. Coloque em forno pré-aquecido (180º) por 5 a 8 minutos (depende da espessura da massa).

Agora que as massas estão pré assadas é hora de montar as pizzas. Eu costumo congelar, pois somos só eu e marido, então 01 pizza é suficiente. Fica perfeito!!! Deixo congelar aberta, na própria forma e depois passo plástico filme para proteger. Na hora de usar com 10 minutos em temperatura ambiente ela está prontinha. Aí é só colocar o recheio e aproveitar!

Para a pizza de abobrinha eu primeiramente lavei bem a dita cuja e depois cortei fatias fininhas. Passei as abobrinhas em azeite, numa frigideira anti aderente para dar uma grelhada. Coloquei na pizza (já com molho de tomate e mussarela). Depois fiz o mesmo com o alho laminado e o coloquei por cima da abobrinha. Salpico orégano e levo ao forno por no máximo 10 minutos. Perfeita!!! Uma pizza leve e muito saborosa!!!

Petit Gateau pra começar bem 2010

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010


Finalmente eu resolvi aparecer de novo por aqui. Fim de ano foi de muito trabalho, muita correria e poucas experiências gastronômicas. Mas eis que começo 2010 com uma receitinha muuuito saborosa, fácil e rápida!




Petit Gateau:


200g de chocolate meio amargo (usei 50% cacau)
02 colheres de sopa de manteiga
50g de açúcar
02 colheres de sopa de farinha de trigo
02 ovos inteiros
02 gemas


"COMOFAZ": Derreta a manteiga e o chocolate no microondas ou em banho Maria. Se for usar o microondas sugiro que coloque na potência média e de 30 em 30 segundos retire para ir misturando e incorporando a gordura da manteiga ao chocolate.

Coloque os ovos, as gemas e o açúcar na batedeira e deixe por alguns minutos (acho que uns 5 0u 6 serão suficientes) até ficar uma mistura clara e bem aerada. Coloque então, aos poucos, a mistura de chocolate com manteiga e a farinha, mexendo vagarosamente. Unte e polvilhe farinha em forminhas individuais (usei forminhas de bombocado, de 6cm de diâmetro e 5 de altura e consegui 10 bolinhos). Coloque a mistura nas forminhas sempre sem encher até a borda (deixa por volta de 1cm livre).

Nessa hora você pode escolher se quer congelar alguns ou assar. Se for congelar, cubra as forminhas com plástico filme e pronto. Depois é só retirar do congelador e deixar em temperatura ambiente por aproximadamente 01 hora. Para assar, pré aqueça o forno a 180º e coloque por 6 a 7 minutos. Eles vão crescer um pouquinho e você verá que ficam mais firmes nas bordas e moles no meio. Delícia demais!!! Desenforme ainda quente e sirva com sorvete. Melhor impossível!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...