Geleia de Morango Caseira

quinta-feira, 30 de setembro de 2010



Eu adoro geleia no café de manhã - é vício mesmo - mas a de morango nem é a minha preferida. Porém meu irmão me deu duas caixas de morangos liiiiiindos, tão perfeitos e madurinhos que pareciam cenográficos e eu não sabia o que fazer com eles. Marido ia ficar uns dias fora a trabalho e eu não como morango puro, só acompanhado (e muito bem acompanhado, diga-se de passagem) de leite condensado, chantilly ou chocolate - assassinato da minha dieta, completamente!!!!
Então resolvi fazer geleia, porque definitivamente perder os morangos lindões estava fora de cogitação. E a danada ficou tão gostosa que deu até orgulho! E o cheiro ... ah o cheiro dessa geleia é sem explicação!!! Muito fácil, não tão rápido mas uma delícia:

550g de morangos maduros e limpos (duas caixas)
250g de açúcar cristal
Sumo de um limão (ou meio se ele estiver muito grande)
50ml de rum (ou vodca, ou cachaça)

Depois de lavar os morangos corte-os em pedaços pequenos (eu cortei cada morango em 05 ou 06 partes). Coloque em uma panela (usei esmaltada) os morangos com o açúcar e o sumo de limão, misture e deixe descansar por umas duas horas. Depois disso leve a mistura ao fogão, sempre em fogo baixo para apurar. Demora quase duas horas e não precisa (nem deve!) ficar mexendo com colher. Só dê umas balançadas na panela. Quando já estiver no ponto - lembrando que ela endurece depois de esfriar - adicione a bebida alcoólica que dá aquele tchan! Nessa hora vai ferver bem, efeito do álcool! Deixe esfriar e guarde em pote de vidro esterilizado. Eu não gosto muito de geleia "pedaçuda" então fui amassando um pouco os pedaços de morango com uma espátula de silicone enquanto ela esfriava e a textura ficou bem homogênea  Faz qualquer torradinha ficar especial!!!

Filé de Tilápia à Belle Meunière

quinta-feira, 23 de setembro de 2010


Tenho três vícios em TV - séries americanas, programas de viagens e programas de gastronomia. Desses últimos um que gosto bastante é o "Que Marravilha" e a receita  a seguir surgiu da reprise de um dos episódios que assisti esses dias.

Eu nunca fui muito fã de peixe mas achei essa receita bastante interessante e resolvi arriscar. Afinal não custa variar né?!?

Obviamente sou metida a besta e não segui a receita 100% ao pé da letra. Até porque Claude amigo exagera na manteiga e né, eu tenho amor ao meu coração e minhas artérias agradecem a moderação. Se você quiser ver o vídeo do Claude é só clicar aqui. Para fazer essa "marravilha" você vai precisar de:

02 filés de Tilápia bem grandes (não sei quanto pesaram)
02 colheres de sopa de manteiga de boa qualidade
Sal a gosto
Pimenta do reino moída na hora a gosto
Batatas (usei 3 de tamanho médio)
Sal grosso (para cozinhar as batatas)
Farinha de trigo para polvilhar de um lado do peixe

Comprei filés de Tilápia congelados (não tinha fresco) de boa procedência e deixei descongelar em temperatura ambiente. Temperei com sal e pimenta e deixei descansar por uns 20 minutos. Depois polvilhei farinha de um lado e bati para retirar o excesso. Coloquei a manteiga em uma frigideira anti aderente grande e quando ela derreteu e começou a corar coloquei o peixe, com o lado "enfarinhado" para baixo. As batatas eu não cortei em 7 lados como Claude falou porque não gosto de desperdiçar, mas o pulo do gato foi o tal de cozinhar as benditas na água com sal grosso. Geeeeeente, as batatas ficaram de se comer de joelhos. Nunca batata cozida foi tão gostoso! De agora em diante só cozinho batata na água com sal grosso! Pois bem, para o molho os ingredientes são:

01 colher de sopa de manteiga de boa qualidade (mais o que restou na frigideira)
01 cebola média picada bem miúda
04 dentes de alho picadinhos ou laminados
Amêndoas sem pele (usei inteiras mas acho as laminadas melhores)
Alcaparras a gosto
Pimenta dedo de moça picadinha (eu não coloquei porque esqueci de comprar! Anta!)
Pimenta do reino moída na hora
Suco de meio limão
Salsinha picada

Coloquei a manteiga na frigideira com o que tinha sobrado do peixe. Refoguei nela a cebola e o alho e em seguida acrescentei as amêndoas para darem uma torradinha de leve. Depois foi só colocar os outros ingredientes. Na hora de servir esse molho vai por cima do peixe e não tem outra expressão para qualificar essa receita, só um "Que Marravilha!!!!!".
Claude amigo recomenda alguns vinhos que combinam com esse prato, mas a pessoa aqui é meio viciada em caipis nos finais de semana e a companheira do peixinho foi uma deliciosa caipi-vodca de lima de pérsia! Não sei se harmoniza mas que estava muito bom estava!

Linguine com Molho de Filé e Mostarda Dijon

sexta-feira, 3 de setembro de 2010




Minha inspiração pra essa receita foi um programa da Nigella - porém ela usava costeletas de porco e sidra. Fiz algumas alterações na base do olhômetro e o resultado foi umas das melhores massas que já comi (modesta né?!?). Para duas pessoas é só separar:


Aproximadamente 250g de filé cortado em cubos bem pequenos
1/2 cebola grande picada o menor que você conseguir
1/2 xícara de vinho branco seco
1/2 xícara de creme de leite fresco
02 colheres de sopa rasas de mostarda Dijon
01 colher de sobremesa de maple syrup (opcional)
Queijo parmesão fresco a gosto
Temperos e azeite a gosto
Massa (de sua preferência) que baste


Em uma frigideira anti aderente bem quente coloque azeite suficiente para grelhar a carne (que temperei com pimenta do reino moída na hora, alho, sal e vinagre balsâmico). Retire a carne e reserve, deixando aquela "sujeirinha" no fundo da frigideira. Coloque mais um pouquinho de azeite e doure a cebola. Em seguida coloque o vinho, a mostarda e o creme de leite. Acerte o tempero e, se quiser e tiver, acrescente maple syrup ou então um pouquinho de açúcar mascavo. Volte com a carne para esse molho e acrescente a massa, já cozida "al dente". Se quiser vale demais colocar um pouco de parmesão fresco!


Escandalosamente gostoso!!!! Vale cada caloria ingerida!!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...