Palmier de Canela

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012



Palmier costuma ser um biscoitinho com fama de rico absoluto (e caro!) mas que no fundo é uma coisa mega simples de fazer. Só tem um problema ... não dá pra parar de comer! E esse problema é sério, muito sério!!! 

Quem não gosta de canela pode fazer só com o açúcar, ou colocar chocolate, coco ... enfim, dá pra variar bastante. Como aqui eu e marido somos amantes de canela o meu primeiro foi esse. Mas é certeza que vou repetir e variar.

Pra fazer você vai precisar só de:

Um embalagem de 400g de massa folhada (comprei Arosa semi laminada)
Açúcar refinado
Canela
Margarina para untar

Se quiser fazer a sua massa folhada certeza que ficará melhor ainda, mas eu ainda não tive coragem e adoro a massinha pronta! 
Antes de mais nada observe o tempo de descongelamento. Eu tirei do congelador e deixei umas 02 horas em temperatura ambiente pra ela ficar no ponto.

Pra me facilitar e ficar mais higiênico eu "forrei" a bancada com plástico filme. Em seguida polvilhei bastante açúcar com canela e coloquei metade da massa. Abri com rolo até ficar bem fino e aparei as pontas pra ficar um retângulo bem arrumadinho. Em seguida polvilhei mais açúcar com canela por cima. Ficou assim:



Aí é só enrolar das pontas para o centro. Na verdade não é enrolar, é meio que dobrar a massa mesmo. Eu faço uma dobrinha de uma lado, repito do outro e assim vai até se encontrarem no centro. Pode ir dando umas apertadinhas pra massa ficar mais agarrada, não tem problema.
Depois de enrolado fica assim:



Aí pra facilitar o corte eu voltei com a massa para o congelador por uns 20 minutinhos. Depois desse tempo passei no açúcar com canela que estava na bancada e fui cortando os biscoitinhos com uma faca mesmo, bem fácil. Acomodei todos os bonitos em formas untadas com margarina (mesmo sendo anti aderentes eu passo um pouquinho por precaução). 



Aí é só levar ao forno pré aquecido a 180º. Deixe uns 10 ou 12 minutos, retire e vire para que fiquem corados dos dois lados. É bem fácil, com um garfo ou colher dá pra virar rapidinho. Depois deixe mais uns 8 minutos, ou até ver que estão bem bronzeados. Retire e coloque em um prato para esfriarem (se você deixar na forma o açúcar pode grudar enquanto esfria e aí fica complicado soltar depois).



Eu repeti essa operação 3 vezes para usar a massa toda. Renderam quase uns 60 biscoitinhos, bem miúdos. Se fizer maiores obviamente o rendimento é menor.
Se quiser passá-los no açúcar com canela depois de assados fica melhor ainda. Eu dei bobeira e só tive essa ideia depois que já tinha guardado tudo. Mas na próxima farei isso com certeza!

Ah! As sobrinhas da massa ( que cortei para fazer o retângulo) passei na misturinha de açúcar com canela e assei junto. Não pode desperdiçar massa folhada né?!?

Perigo essas coisinhas!!! Assassinos de dieta!!!




Palha Italiana Gourmet

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012



Eu nunca pensei em colocar uma receita de palha italiana no blog porque pra mim isso era tipo brigadeiro ... aquela coisa que a gente praticamente já nasce sabendo fazer.
Mas aí fiz em duas ocasiões para amigos e ficou todo mundo falando que essa era a melhor palha italiana que já tinham comido na vida e tive que explicar como fiz. Então resolvi colocar aqui pra facilitar e dar a chance de outras pessoas conhecerem essa delícia super fácil de fazer e que faz mega sucesso!

As minhas medidas são:
01 lata de leite condensado (marca boa faz diferença hein!)
01 colher de sobremesa de manteiga (não é margarina)
01 colher de sopa de cacau em pó
01 colher de sopa de chocolate em pó
10 unidades de biscoito tipo Maria picado grosseiramente
Açúcar de confeiteiro para finalizar

Então vem o segredo: não adianta usar Toddy, Nescau ou similares que não vai nem de longe ficar tão boa quanto essa. O tchan é o cacau e o chocolate em pó. Em qualquer supermercado acha aquele do padre. Eu compro no Mercado Central, mil vezes mais barato, da mesma marca e a granel. Aqui em casa só uso isso porque tenho pavor de achocolatado.

O biscoito eu pico grosseiramente com uma boa faca pra ficar mais crocante. Pode colocar no processador? Pode, mas vai ficar um pó e não vai dar crocância. E ainda tem que lavar o bendito. 
Os biscoitos ficam assim:



Aí é só levar tudo (menos os biscoitos) no fogo brando até ficar em ponto de brigadeiro meio mole. Eu particularmente não gosto daquelas palhas italianas que a gente corta em pedacinhos. Então não deixo o brigadeiro ficar naquele ponto em que solta do fundo da panela e seria ideal para enrolar. Deixo ficar talvez um pouquinho mais firme do que o brigadeiro que a gente faz pra comer de colher. Aí eu esqueço dela por uns 20 minutos, pra esfriar um pouco. Depois desse tempo acrescento os biscoitos picadinhos e viro numa forma ou prato untado com um pouquinho de margarina. Levo para a geladeira por no mínimo uma hora pra esfriar bem e depois vou tirando umas "plastinhas" com a colher e passando no açúcar de confeiteiro pra colocar nas forminhas ou um pratinho. Ela não fica em ponto de corte, mas isso a faz mais especial, pois fica macia e crocante ao mesmo tempo e bem menos doce do que as similares feitas com achocolatado.

Gosto muito de fazer esse tipo de doce como sobremesa quando recebo amigos porque não tem aquele negócio de sujar mais 1568 vasilhas para servir pudim, pavê ou tortas - principalmente quando são mais pessoas. Dá pra fazer com antecedência, não suja quase nada e é sucesso certo!!!!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...